Vivência

Vivências meditativas

As vivências meditativas são caminhos para o seu despertar

As Vivências meditativas no Espaço Celi Coutinho são sensoriais fudamentada nos princípios tântricos e no caminho do sagrado feminino.
A vivências são um processo laboratorial interativo que auxiliam as pessoas terem um contato com seu eu e o acesso à sua sacralidade.
Porque fazer vivências meditativas e dinâmicas?
As vivências quando são dinâmicas são mais fáceis de intergir com o seu sentir, sem deixar a mente tomar o dominio.
Pra quê buscar pelas as vivências meditativas dinâmicas?
As pessoas estão enfrentando problemas de relacionamento e desafetos e necessitam reaprender técnicas para resolução de conflitos de maneiras criativas para voltar ao espaço do Sagrado Coração.
Portanto, é importante desenvolver a confiança e boa-vontade, de estar aberto à mudança, estar disposto a ver a si e aos outros com novos olhos e ouvir com afeto sem precoceitos, deixar rancores e ressentimentos para trás.
A insatisfação por não produzir. O vazio por não saber amar ou não ser amado. O desejo que algo externo resolva a vida.Tudo se transforma em couraças.
O EU se esconde em manifestações de medo, timidez, agressividade, hipersensibilidade, improdutividade, egocentrismo.
Se o Ego negativo estiver exaustado ele Produzirá sentimentos de:
– “Eu sou o único(a)” – “Sou o(a) melhor” – “Sou eu que resolvo as coisas, ninguém faz melhor que eu” – “Eu sou festeiro(a) e popular”.
Esta última manifestação, certamente é a pior forma de manifestar as couraças. Porque em algum momento do seu dia, vai se sentir exausto triste e solitário.
“Não aceito falar de mim” – “Não vou transparecer o que sinto nunca, imagine!”.
“Nunca deixo saber o que sinto e penso, não quero que invada a minha individualidade!”
Na verdade todas essas manifestações ou “qualidades” são fugas de si ou do mundo.
É a dificuldade de apalpar a si mesmo, de si amar. Se você não se ama, não pode saber amar.
E as vivências meditativas são  uma oportunidade de sentir o que está dentro de você, no outro, em torno de si através de manifestações que se realizará num processo intensivo do respirar, dançar, tocar, cheirar, ver, ouvir, sentir.
É um trabalho onde todos os órgãos dos sentidos trabalham ao mesmo tempo ensinando a mente que o Eu é mais importante, de apalpar o poder inerente a cada um.
De renascer, de expandir a consciência, de adquirir a fé.

Participe de todas as vivências meditativas elas são elaboradas em dias diferentes e são complementares.

Vivência Meditativa ao Sagrado feminino

Vivência tântrica

[maxbutton id=”1″ ]